Rede Brasileira de História da Geografia e Geografia Histórica

Posts na categoria Atividades da rede

História da Geografia no 25° Congresso Internacional de História da Ciência e da Tecnologia (Rio de Janeiro — 23 a 29 de julho de 2017)

No marco do 25° Congresso Internacional de História da Ciência e da Tecnologia, a acontecer no Rio de Janeiro entre o 23 e o 29 de julho de 2017, encontram-se programados dois Simpósios organizados pela comissão em História da Geografia do dito evento. Serão estes:

— S-5: “Geografias e cartografias críticas, radicais e pos-coloniais, desde as primeiras abordagens até os debates de hoje“, organizado pelos pesquisadores Marcella Schmidt di Friedberg, Perla Zusman , André Reyes Novaes e Federico Ferretti, e

— S-6: “A geografia como ciência internacional: perspectivas históricas e desafios presentes“, organizado pelos pesquisadores Michael Heffernan, Jacobo García-Álvarez, Bruno Schelhaas, Sergio Nunes Pereira e Jean-Yves Puyo.

A data limite para o envio de resumos é o 25 de novembro de 2016.

Mais informações no site do evento:

http://www.ichst2017.sbhc.org.br/

1ª Conferência Internacional de Geografias e Geógrafos Anarquistas (ICAGG) — Reggio Emilia (Itália) — 21-23 setembro 2017

1ª Conferência Internacional de Geografias e Geógrafos Anarquistas (ICAGG) – Geografia, mudança social e práticas anti-autoritárias

1st International Conference of Anarchist Geographies and Geographers (ICAGG) – Geography, social change andantiauthoritarian practices

Reggio Emilia (Itália) – Centro Studi Cucine del Popolo, rua Beethoven 78

21-23 setembro 2017

Envio de resumos até até 01 de fevereiro de 2017.

Site do evento:  https://icagg.org/wp/pt/

Call for papers

Nos últimos anos, uma notável redescoberta internacional e multilingue dos geógrafos anarquistas ocorreu tanto no nível acadêmico quanto nos meios militantes, trazendo, ao mesmo tempo, um renovado interesse por figuras históricas como Piotr Kropotkin (1842-1921) e Élisée Reclus (1830-1905), e sobre as contribuições de anarquistas e de ideias e práticas anti-autoritárias às atuais lutas pela libertação social em todo o mundo. Edições especiais sobre anarquismo e geografia foram publicadas por renomadas revistas internacionais, como Antipode e ACME, levando a um florescimento de artigos e livros sobre estes temas. Inclui-se também a organização de exitosas sessões sobre a geografia anarquista nas concorridas conferências internacionais de geografia, como a RGS-IBG, a AAG e a IGU, como também nas conferências internacionais da Anarchist Studies Network. Foi inaugurada também uma lista de discussão internacional de geografias anarquistas.

Nos circuitos de língua francesa, um florescimento de pesquisas acadêmicas e de iniciativas militantes tem ocorrido, levando à fundação de uma rede de geógrafas e geógrafos anarquistas (Réseau de géographes libertaires), que organiza periodicamente uma série de conferências e workshops na França e na Suíça e colabora na organiação de dois importantes festivais anuais na França, que visam a aproximação entre estudiosos e o público em geral. O primeiro, Les Reclusiennes, ocorre em Sainte-Foy-la-Grande, cidade de nascimento de Élisée Reclus, e o segundo, o Festival International de la Géographieem Saint-Dié-des-Vosges, inclui um Fórum de Geografia Crítica animado por anarquistas. Na América do Sul, conferências e palestras públicas em geografias anarquistas tem sido periodicamente organizadas, principalmente no Brasil, pela rede ReKro — Rede Reclus-Kropotkin de Estudos Libertários e pela Biblioteca Terra Livre (São Paulo), em colaboração com universidades como a UFRJ e a USP. Esta lista poderia continuar, mas é apenas uma amostra do campo rico e cosmopolita em que os debates atuais em geografias anarquistas estão se desenvolvendo.

À luz desse florescimento das geografias anarquistas, propomos a organização de uma conferência internacional independente, a ser realizada em diferentes países a cada 2 ou 3 anos, criar, um espaço para estudiosos e militantes interessados nestes temas. O objetivo é possibilitar uma troca profunda e frutífera e apresentar uma oportunidade para as pessoas interessadas em geografias anarquistas e participantes de movimentos sociais por todo o mundo para trocar ideias e fazer conexões significativas. Escolhemos fazer a primeira conferência em uma pequena cidade italiana como Reggio Emilia, onde há um movimento anarquista bem estabelecido que já promoveu eventos e publicações sobre geógrafos anarquistas é fundamental para as tarefas centrais, buscando continuar a discussão entre os estudiosos e militantes de diferentes áreas linguísticas e culturais e, para garantir o envolvimento dos movimentos sociais e militantes de fora da academia.

Esta conferência não é apenas para anarquistas “de carteirinha”. Convidamos também às contribuições que tratem criticamente às geografias anarquistas, histórias, conceitos e intervenções de movimentos populares, militantes e acadêmicos.

Convidamos especialmente, mas não exclusivamente, as contribuições geográficas anárquicas / críticas sobre:

* O que são geografias anarquistas e quais são as suas tarefas?
* Que relações entre anarquismo e as abordagens críticos / teóricas mais atuais utilizadas na comunidade geográfica, por exemplo, o pós-modernismo e pós-estruturalismo, modernidades críticos, pós-colonialismo, geografias mais-que-humanos, teoria ator-rede, as teorias não-representacionais, feminismo, teorias de gênero e queer, o marxismo, a teoria étnica crítica, intersetorialidade, métodos qualitativos e quantitativos etc.?
* Problematizar as relações entre o anarquismo, o racionalismo, Iluminismo e modernidade.
* Geografias anarquistas e anti-cartografia. Mapas e espaços de libertação.
* Geografias anarquista e os movimentos indígenas.
* Anarquismo e o ambiente: mesologia, filosofias naturais e a idéia de progresso.
* Geografias anarquistas na prática: experiências de movimentos populares, lutas locais e internacionais, histórias e geografias de resistência.
* Geografias anti-estatista, pós-estatistas e não estatista: anarquismo e a idéia de território.
* Anarquismo, o federalismo e o conceito de escala geográfica: cidades, regiões e o global.
* Geografias anti-racista, anti-colonial e internacionalistas.
* Geografias anarquista, cosmopolitismo e multilinguismo: que desafios para academias nacionalistas e paroquiais?
* Anarquismo e geografias de guerra e paz.
* Anarquismo e geografias da violência e não-violência.
* Geografias anarquistas da educação e da desescolarização.
* Geografias da secularização e do livre pensamento.
* Geopolítica anarquista.
* Geografias históricas do anarquismo.
* Geografias e geógrafas e geógrafos anarquistas na história e filosofia da geografia.
* Figuras históricas das geografias anarquistas e suas conexões interdisciplinares: histórias do anarquismo transnacional, antropologias anarquistas, teoria política e filosofia política.

Para participar da conferência, por favor, envie um resumo de no máximo 250 palavras para scientific_committee@icagg.org até 01 de fevereiro de 2017. O idioma preferencial da conferência é o Inglês: se você se sentir especialmente desconfortável com a apresentação nesta língua, escreva para a organização a fim de organizar alguma solução específica. Outras informações serão fornecidas através do e-mail e do site www.icagg.org.

Informações práticas: Para mais informações sobre viagens, alojamento e qualquer outra consulta prática (necessidade de acolhimento de crianças, necessidades alimentares, etc.), por favor escreva para icagg2017@icagg.org.

Comitê Científico e Promotor:
Adriano Skoda
Amir ElHakim de Paula
Anthony Ince
Béatrice Collignon
Fabrizio Eva
Federico Ferretti
Francisco Toro
Gerónimo Barrera
Gian Maria Valent
Joanne Norcup
Marcella Schmidt di Friedberg
Marcelo Lopes de Souza
Patricia Wood
Patrick Minder
Philippe Pelletier
Richard White
Simon Springer
Vanessa Sloan Morgan

Comitê Local de Organização:
Arturo Bertoldi
Eliana Bartoli
Fabio Dolci
Gian Maria Valent
Lorenzo Coniglione
Simone Ruini

X SIMPÓSIO INTERNACIONAL SOBRE ESPAÇO E CULTURA – 23, 24 e 25 de Novembro de 2016 | Rio de Janeiro – Brasil

X SIMPÓSIO INTERNACIONAL SOBRE ESPAÇO E CULTURA
23, 24 e 25 de Novembro de 2016 | Rio de Janeiro – Brasil

O Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Espaço e Cultura (NEPEC), o Programa de
Pós-Graduação em Geografia (PPGEO/UERJ), o Departamento de Geografia Humana do
Instituto de Geografia da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (DGH/IGEOG) convidam a comunidade científica para participar do X Simpósio Internacional sobre Espaço e Cultura, a realizar-se no Rio de Janeiro, Brasil entre os dias 23, 24 e 25 de novembro.

Local do XSIEC: Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Campus Francisco Negrão de Lima – Maracanã, R. São Francisco Xavier, 524 – Maracanã – Rio de Janeiro – RJ, Brasil.

EIXOS TEMÁTICOS
1. Produção, circulação e tradução do conhecimento
2. Cultura e Religião
3. Imagens, Mapas e Cultura Visual
4. Literatura, Música e Festividades
5. Gênero e Diferença
6. Cultura, Política e Economia

Período de envio dos resumos: 01/05/2016 a 08/08/2016

Confira a segunda circular.

Contato do evento
Todo contato deverá ser realizado através do e-mail <xsiec2016@gmail.com>
Blog do evento: http://nepec-uerj.blogspot.com.br/
Facebook: https://www.facebook.com/NEPEC.UERJ/

Edital de seleção do Programa de Pós-graduação em Geografia da UFRRJ e números mais recentes das revistas Continentes e Espaço e Economia

Encontra-se disponível o edital de seleção do Programa de Pós-graduação em Geografia da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (PPGGEO/UFRRJ).

O documento pode consultar-se aqui ou no link:

http://cursos.ufrrj.br/posgraduacao/ppggeo/

Além disso, podem consultar-se on-line os números mais recentes de duas publicações da casa, a revista Continentes (http://r1.ufrrj.br/revistaconti/index.php/continentes) e a Espaço e Economia (http://espacoeconomia.revues.org/).

IV Encontro Nacional de História do Pensamento Geográfico e II Encontro Nacional de Geografia Histórica — 05 a 09 de Dezembro de 2016 – Belo Horizonte, Brasil

A Rede Brasilis (Rede Brasileira de História da Geografia e Geografia Histórica), o Instituto de Geociências da UFMG (IGC/UFMG), o Instituto de Geografia da UFU (IG/UFU) e o Colégio Técnico da UFMG convidam a comunidade científica a participar do IV Encontro Nacional de História do Pensamento Geográfico e II Encontro Nacional de Geografia Histórica, a realizarse em Belo Horizonte/MG, Brasil.

Envio de trabalhos completos até 30/06/2016.
NOVA DATA LIMITE DE ENVIO DE TRABALHOS COMPLETOS: 31/07/2016
NOVA DATA LIMITE DE ENVIO DE TRABALHOS COMPLETOS: 21/08/2016

Confira aqui a primeira e a segunda circular, assim como as ementas correspondentes aos eixos temáticos.

Todas as informações encontram-se disponíveis no site e no Facebook do evento.

Os eixos temáticos contemplados são os seguintes:

1 – Matrizes do pensamento geográfico
2 – História das ideias e das práticas geográficas
3 – História da cartografia
4 – História do urbanismo
5 – Viagens, expedições científicas e inventários
territoriais
6 – Representações geográficas e construção de
identidades nacionais e regionais
7 – Saber geográfico e sua relação com o pensamento
social e os âmbitos institucionais;
8 – História da geografia escolar
9 – Trajetórias intelectuais e institucionais de geógrafos
Geografia Histórica
10 – Geografia Histórica e pensamento geográfico
11 – Metodologia e fontes em Geografia Histórica
12 – História e formação territorial
13 – História Ambiental
14 – História urbana e das cidades
15 – Cartografia Histórica
16 – Dimensões do estudo geográfico: categorias,
escalas e periodizações

Cartaz do evento

Encontra-se disponível o n° 6 da revista Terra Brasilis: Circulação das ideias e história dos saberes geográficos 2: Representações e práticas no conhecimento do território

Encontra-se disponível o n° 5 da revista Terra Brasilis: Circulação das ideias e história dos saberes geográficos 1: Trajetórias, intercâmbios e aplicações das ideias geográficas

Encontra-se disponível o n° 4 da revista Terra Brasilis: História da cartografia e cartografia histórica

Simpósio Circulação das ideias e história dos saberes geográficos: hierarquias, interações e redes

Simpósio Circulação das ideias e história dos saberes geográficos:
hierarquias, interações e redes

União Geográfica Internacional — Rede Brasilis — Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal do Rio de Janeiro

Rio de Janeiro — 16 a 20 de dezembro de 2014

Apresentação
O presente Simpósio tem como objetivo reunir olhares diversos sobre a circulação de ideias e conhecimentos relacionados aos saberes geográficos,  em diferentes tempos e lugares. Nesta empreitada, busca-se enfatizar a interação entre sujeitos, instituições e instâncias de poder, partindo do  pressuposto de que a produção do conhecimento, para além de uma feição puramente epistêmica, possui também uma dimensão política que atua, por sua vez, na conformação da nossa visão de mundo. Ou das visões de mundo, como se deseja evidenciar aqui.
Para enfrentar tal desafio, os organizadores solicitaram inicialmente o envio de propostas orientadas em torno de três eixos principais,  correspondentes às hierarquias, interações e redes verificáveis na produção e circulação dos saberes geográficos. Estariam contempladas no primeiro eixo questões como hegemonias e disputas nacionais quanto ao modo de se fazer geografia; diversidade dos meios de difusão das ideias científicas; particularidades locais na recepção dos conceitos e métodos de pesquisa da Geografia; traduções do saber geográfico em contextos coloniais e pós-coloniais; etc. Já o segundo eixo foi proposto de modo a destacar temas como as interações da Geografia com outras disciplinas científicas e com as artes; utilização do discurso geográfico nas ações político-administrativas governamentais; relações entre geografia acadêmica e geografia escolar; traduções do saber geográfico para o público mais amplo através de relatos textuais e representações imagéticas; etc. Por fim, o terceiro eixo foi desenhado com vistas a abarcar os arranjos institucionais e a cooperação intelectual existentes na história da Geografia, do período anterior à institucionalização ao contemporâneo; para tanto, entre outros temas, foram evidenciadas a organização de congressos e publicações geográficas nacionais e internacionais, bem como as trajetórias intelectuais de geógrafos e a circulação de suas ideias, em diferentes ambientes acadêmicos e institucionais.
Sem deixar de atender a esses eixos, as propostas selecionadas apresentam grande variedade temática e quanto às formas de abordagem, exigindo dos organizadores um grande esforço para conciliar a riqueza existente e a coesão desejada nas Sessões. Espera-se que o resultado final tenha ficado satisfatório e permita uma troca de ideias estimulante e generosa, propósito maior desse Simpósio.

Materiais do Simpósio

Programação (tabela)

simposiorio2014posterj

Programação completa (PDF)

 

Livro de resumos (PDF)

 

 

Está disponível o n° 3 da Revista Terra Brasilis — IBGE: saberes e práticas territoriais

IBGE: saberes e práticas territoriais

Bem-vindo!

Este é o site da RedeBrasilis - Rede Brasileira de História da Geografia e Geografia Histórica. Aqui você pode encontrar informação relativa às atividades da Rede. A RedeBrasilis é um coletivo nacional de pesquisadores interessados na história da geografia, a geografia histórica, a história do pensamento geográfico, a história territorial, a história da cartografia e a história da geografia escolar no Brasil, na América Latina e no Mundo. Seu objetivo é articular, promover e divulgar as atividades de pesquisa nesta área. Encontrará aqui também informações relativas à revista Terra Brasilis, publicação da Rede.